Publicidade

Notícias

Veículos incendiados: acompanhe cobertura completa da Rádio Verdes Mares

Por: verdinha às 9:24 de 20/04/2017

Foto: Helene Santos

Foto: Helene Santos

Atualizada às 16:24

O secretário de Segurança André Costa falou na manhã desta quinta-feira (20) com a redação da Verdinha e antecipou que nenhuma linha de investigação sobre os episódios dos ataques criminosos que incendiaram ônibus e veículos em diversos pontos da cidade está sendo descartada. “Todas as motivações estão sendo levadas em consideração, não divulgaremos nenhuma informação para a população sem antes ter certeza, sem antes ter sido investigado”, disse. Sobre o efetivo, Costa afirmou ainda que todos os policiais estão empenhados a atender a situação emergencial, mas sem deixar de seguir o plano operacional de segurança traçado anteriormente e que muitos homens estão se voluntariando.  “Estamos usando todo o efetivo”, afirmou.

Ouça na íntegra a participação do secretário 

 

 

 

 

 


Reforço policial 

Nesta manhã de quinta-feira (20), após paralisação dos ônibus em Fortaleza em virtude dos ataques aos coletivos, o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus) informou que os ônibus circulam normalmente nos sete terminais da capital. Os coletivos circulam novamente desde às 18h desta quarta-feira (19) com reforço de policiais, de acordo com o Sindiônibus.

Incêndios

Nesta quarta-feira (19) houve ônibus incendiados nos bairros Edson Queiroz, Barra do Ceará e Barroso, na capital, e nos municípios de Eusébio e Horizonte. Segundo a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS), 22 ônibus foram alvos de ataques incendiários, e a principal linha de investigação é que os crimes foram uma retaliação contra a transferências de detentos dos presídios cearenses.  A polícia também investiga se o combustível utilizado nos ataques foi adquirido em um depósito clandestino no Bairro Mucuripe, em Fortaleza. Até a noite desta quarta, a SSPDS havia divulgado a prisão de um suspeito de envolvimento na série de crimes.

Além dos ônibus, segundo reportagem do Diário do Nordeste, veículos Enel foram atacados; um a tiros e outro com fogo. A Cagece, distribuidora de água no Ceará, recolheu os carros que circulavam na Grande Fortaleza nesta quarta.

O secretário de Segurança Pública e Defesa (SSPDS) do Ceará, André Costa, comentou como estava sendo feito o acompanhamento da situação e a forma como as investigações estão sendo feitas.

Ouça entrevista coletiva  do secretário  André Costa após acontecimentos 

Atualização

Na manhã desta quinta-feira (20), até as 9h, há confirmação de incêndio de quatro coletivos incendiados nos bairros Vila Velha, Nova Assunção, Padre Andrade e Castelo Encantado.

Outros ataques

Também na quinta (19) duas agências bancárias – uma na Pajuçara, no Maracanaú; e outra na Barra do Ceará, em Fortaleza – foram atacadas. Além disso, dois distritos policiais também foram alvo de bandidos: um no bairro Goiabeiras e outra também na Pajuçara. Uma reunião acontece neste momento na sede do Sindiônibus, envolvendo Secretaria de Segurança Pública, Defesa Social do Governo,  Prefeitura de Fortaleza e Etufor para decidir sobre a postura que será adotada. Uma informação ainda não confirmada, aponta que frotas podem sofrer redução e os veículos andariam em comboio para evitar novos casos de violência.

 

Comentar

Identificação

Se estiver com pressa, conecte-se a uma dessas redes para preencher seu cadastro.


Comentários(0)