Publicidade

Esportes

Campeões ‘Clássico Rei': Relembre treinadores que trouxeram título tanto para Ceará quanto para Fortaleza

Por: verdinha às 12:53 de 19/06/2017

O Ceará anunciou na tarde do último domingo (18) a contratação do novo treinador: Marcelo Chamusca, que tem passagem pelo Fortaleza. Esta, porém, não é a primeira vez que um ex-técnico leonino vai para o Vovô e vice-versa. A Verdinha relembrou três profissionais que trabalharam nos arquirrivais e deixaram suas marcas na história de ambas agremiações.

Cerca de 13 técnicos já estiveram no comando de Ceará e Fortaleza ao longo da história dos clubes. Porém, apenas três treinadores conseguiram ser campeões pelas duas equipes: Caiçara, Moésio Gomes e Zé Teodoro.

Caiçara – (campeão pelo Fortaleza ‘1969’ e ‘1973’ e Ceará ‘1975’, ‘1976’, ‘1980’, ‘1981’ e ‘1986’)

(Foto: Diário do Nordeste)

Caiçara foi campeão por Fortaleza e Ceará. (Foto: Divulgação)

Poucos técnicos foram tão vitoriosos no futebol cearense como Francisco Barbosa Gomes, o popular Caiçara. Ao todo, o ex-comandante de Ceará e Fortaleza conquistou 7 títulos do Campeonato Cearense, sendo dois pelo Leão e cinco pelo Vovô. O ex-zagueiro, que fez seu curso de treinador na Europa, também trabalhou no Vitória de Guimarães, de Portugal.

Além da dupla cearense, Caiçara repetiu o feito de levantar taças por clubes rivais no Rio Grande do Norte, quando foi campeão potiguar por América de Natal e ABC.

Moésio Gomes – (campeão cearense pelo Ceará ‘1978’ e pelo Fortaleza ‘1982’)

(Foto: Arquivo Pessoal)

Moésio Gomes (à esquerda) atuou pelo Fortaleza. (Foto: Arquivo Pessoal)

Moésio Araújo Gomes foi um dos grandes nomes da história do Fortaleza. Defendeu as cores vermelho, azul e branco como atleta, onde foi bi campeão cearense em 1953 e 1954, e atuou nas funções de treinador e supervisor. Como técnico do Leão, foi responsável por implantar o “quadrado de ouro” com Chinesinho, Zé Carlos, Lucinho e Amilton Melo.

Apesar de uma vida dedicada ao Leão, acabou indo trabalhar como técnico no maior rival, Ceará, a contragosto do seu pai, Coronel Mozart Gomes, fanático torcedor e diretor do Fortaleza. Por ironia do destino, Moésio Gomes conquistou um dos maiores feitos da história do clube: o tetracampeonato cearense e justamente frente ao tricolor do Pici. Posteriormente, voltou ao Clube da Garotada e sagrou-se campeão cearense em 1982, enfrentando o Ferroviário na grande final.

Zé Teodoro – (campeão cearense pelo Ceará ‘2006’ e pelo Fortaleza ‘2010’)

(Foto: Diário do Nordeste)

(Foto: Diário do Nordeste)

José Teodoro Bonfim Queiróz, conhecido no mundo do futebol como Zé Teodoro, conseguiu feitos improváveis no futebol alencarino. Mesmo com times considerados inferiores, o treinador superou o rival e sagrou-se por duas vezes campeão cearense. O primeiro título aconteceu em 2006, no Ceará, quando venceu o Fortaleza duas vezes pelo placar de 1 a 0 e ficou com o troféu mais importante do Estado.

Em 2010, Zé Teodoro repetiu o feito, desta vez pelo Fortaleza. O Leão havia sido rebaixado para a Série C na temporada anterior e, para piorar, viu o rival Ceará conseguir o acesso após 16 anos. Entretanto, apesar do favoritismo alvinegro, quem ficou com o título foi o tricolor, que de quebra, alcançou o primeiro tetracampeonato da história.

Comentar

Identificação

Se estiver com pressa, conecte-se a uma dessas redes para preencher seu cadastro.


Comentários(0)