Publicidade

Esportes

Ceará ocupa a 4ª posição em ranking de técnicos que deixaram cargo em 2017

Por: verdinha às 18:05 de 15/03/2017

Hemerson Maria e Dal Pozzo deixaram, respectivamente,  Fortaleza e Ceará no começo deste ano (Fotos: Diário do Nordeste)

Hemerson Maria e Dal Pozzo deixaram, respectivamente, Fortaleza e Ceará no começo deste ano (Fotos: Diário do Nordeste)

No Nordeste, 66 treinadores de futebol foram demitidos em 2017, sendo a região que lidera o ranking de técnicos que deixaram o cargo neste ano. 9 mudanças de comandantes ocorreram no Estado do Ceará, que ocupa a 4ª posição da tabela divulgada pelo GloboEsporte.com, nesta quarta-feira (15). 

Hemerson Maria, Gilmar Dal Pozzo, Juninho Cearense, Sérgio Alves, Vladimir de Jesus, Marcelo Vilar, Roberto Carlos e Neto Maradona foram os que deixaram os cargos nos times cearenses no começo deste ano. Os motivos pelas demissões são muitas vezes por uma frequência de resultados negativos, com apenas cinco a oito jogos no comando. Casos de Juninho, Sérgio, Vladimir e outros. Apenas o Maranguape e o Guarani de Juazeiro permanecem com o mesmo treinador. Reginaldo França e Washigton Luís, respectivamente.

Segundo a pesquisa, 112 técnicos foram demitidos no Brasil em 2017, número considerado alto em relação aos outros países. Nas outras regiões, o número é muito abaixo em comparação ao Nordeste. No Centro-Oeste, tiverem 16 mudanças de treinador, no Sudeste, 13 e no Sul, 8.A Paraíba é líder do ranking com 12 trocas de treinadores, em seguida Sergipe e Bahia com 10.

Confira o ranking completo:

Dados: GloboEsporte.com

Tabela: GloboEsporte.com

 

Comentar

Identificação

Se estiver com pressa, conecte-se a uma dessas redes para preencher seu cadastro.


Comentários(0)