Publicidade

Entretenimento

Programa “Clássicos do Brega” tem novo comando na Rádio Verdes Mares

Atração será comandada pelo comunicador Rodrigo Maia, que também é produtor do 'Programa do Paulo Oliveira'

Por: verdinha às 13:11 de 28/08/2013

Foto: Divulgação/ Rádio Verdes Mares

Foto: Divulgação/ Rádio Verdes Mares

A Verdinha tem novidades em sua programação. A atração “Clássicos do Brega“, exibida todos os sábados das 13h às 15h, agora será comandada pelo comunicador Rodrigo Maia a partir do próximo sábado (31). O novo programa continuará levando o melhor da música brega para os cearenses, além de informações e curiosidades, tudo isso com a participação do ouvinte.

A atração terá uma novidade, de acordo com a coordenadora de programação da Verdinha, Ana Cláudia Holanda. “Teremos um espaço dedicado à Jovem Guarda porque notamos que tem uma procura muito grande pelo nosso ouvinte”, afirma. Ela também ressaltou o sucesso do “Clássicos do Brega”. “É um programa líder aos sábados, com mais de 50 mil ouvintes”, garante.

Rodrigo Maia já tem grande experiência na área da comunicação. Atualmente, é produtor do “Programa do Paulo Oliveira” na Rádio Verdes Mares e trabalhou em diversas rádios no Ceará e em outros estados. “Trabalho no rádio desde os 17 anos.Já fiz rádio em vários lugares do Brasil, interior e capital”, relembra.

Ele também fala sobre a relevância do novo formato. “É importante termos um espaço para a Jovem Guarda. Não vivi essa época, mas as músicas são apaixonantes. Foi o melhor da Música Popular Brasileira, merece um lugar de destaque na Verdinha AM. E terá. Vamos narrar fatos, curiosidades, citar os artistas dessa “época de ouro” que nos encantam ainda hoje”, afirma.

Sobre a expectativa do novo desafio, Rodrigo mostra ansiedade com a estreia. “Não vou negar que está chegando a hora e vai dando aquele frio na barriga. É estreia. Mas, depois que começa tudo vai se encaixando. Quero levar o nosso “cearensês” para o público ouvinte. Comunicar é simples. Quem muito enfeita se perde, aprendi isso nesses anos todos de rádio. Podemos ser bregas, mas sem perdermos a elegância. Quem já não se pegou cantando: “Eu não sou cachorro, não” ou “No toca fitas do meu carro”? Ser brega é um estado de espírito. Se ainda não foi – um dia, por algum momento – você será”, garante, empolgado.

Comentar

Identificação

Se estiver com pressa, conecte-se a uma dessas redes para preencher seu cadastro.


Comentários(0)