Publicidade

Entretenimento

Filme cearense “A Lenda do Gato Preto” traz ciganos e lendas urbanas de Quixadá; longa estreia no Cine Ceará

Por: verdinha às 18:53 de 25/05/2015

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

É sertão, mas não fala sobre seca e cangaço. O longa surrealista “A Lenda do Gato Preto”, de Clébio Viriato, se passa em Quixadá na década de 70 e traz para o público temas como a realidade cigana no Ceará, lendas urbanas e uma pitada de espiritismo.

Clébio, que nasceu no local das gravações, rememora as lendas que havia na cidade. “A história do filme é baseada numa lenda urbana de Quixadá. Os ciganos que aparecem no filme foram ciganos que eu vi na minha infância, a garota que sobe na pedra. Esse filme, de certa forma, são as minhas reminiscências“.

Em relação a trazer como tema a vida cigana, Viriato quis desmistificar o que a população sabe sobre a tribo, principalmente dentro do cinema nacional. “Eles também são responsáveis por nossa identidade cultural. Nós vemos raríssimos filmes na cinematografia brasileira que aborda o aspecto dos ciganos. E se você traz esse tema para o Ceará é mais raro ainda. Os meus ciganos não são ladrões, não têm dente de ouro, não roubam crianças. É uma família unida, são amorosos, bons comerciantes”, ressalta o diretor.

A 25ª edição do festival Cine Ceará acontecerá entre os dias 18 e 24 de junho no Cine São Luiz, reformado em 2014, e tem na programação filmes inéditos no país e premiados em competições internacionais.

Comentar

Identificação

Se estiver com pressa, conecte-se a uma dessas redes para preencher seu cadastro.


Comentários(0)